Plataformas temáticas de Turismo

Um destino turístico tem vários atrativos e por vezes torna-se difícil fazer chegar a informação a determinados públicos muito específicos. Traçar uma estratégia e organizar a oferta turística em temas, segmentados de acordo com os interesses dos vários tipos de turista, é uma forma de atrair diferentes públicos e alargar o potencial turístico de uma região.

Cada vez mais assistimos ao aparecimento de plataformas focadas num determinado tema, para alcançar um público específico. Contudo, a comunicação segmentada em várias plataformas distintas para a mesma região pode dar origem a uma dispersão da comunicação, duplicação de conteúdos e, consequentemente, uma pobre gestão de recursos. Em resposta a este problema, surge a necessidade de uma plataforma de turismo centralizadora, com um único backoffice e uma única base de dados atualizada, mas com vários outputs para plataformas distintas de acordo com o tema.

É  importante segmentar o público-alvo por interesses e disponibilizar a informação especializada para cada público em diferentes plataformas, sejam websites, apps ou outras plataformas. Seguem algumas das temáticas mais procuradas pelos turistas:

  • Natureza: uma plataforma dedicada ao Turismo de Natureza, organizada pelas estações do ano ou pelos elementos terra, ar, água e fogo, por exemplo, é uma forma de apresentar pontos de interesse ou atividades de uma forma apelativa. O Naturminho é um exemplo de uma plataforma de Turismo de Natureza da região do Minho, que estabelece a ponte entre as atividades de natureza e os seus agentes e guias locais.
  • Rotas: o walking e o cycling têm sido dos temas com maior procura a nível mundial e portanto, torna-se essencial criar uma plataforma dedicada a este tema. Veja-se o caso da GR50 Peneda-Gerês, que apostou num website e app dedicados à Grande Rota e outros trilhos do parque. Outro exemplo, é o município de Mação que procurou fomentar o interesse turístico no concelho, através da criação das Rotas de Mação.
  • Gastronomia: este é um tema que consegue gerar grande atrativo turístico, quando o destino tem uma oferta tão característica que permita dar a conhecer a sua cultura pelos sabores. Exemplo disto é o portal dedicado à Gastronomia de Trás-os-Montes e Alto Douro, Gastronomia TMAD, que apresenta produtos, provedores, pratos típicos, receitas e tradições, com ligação à oferta turística da região. Dentro deste tema, é possível segmentar ainda mais, por exemplo, o Turismo Vegan, uma tendência que tem ganho cada vez mais expressão em Portugal.
  • Enoturismo: uma plataforma dedicada a uma região de vinhos, aos seus produtores, adegas e quintas que, muitas vezes são também alojamentos ou marcam presença em restaurantes, é um tema relevante que motiva a criação de uma plataforma agregadora da experiência do enoturismo.
  • Turismo Religioso: a criação de um circuito pelo património religioso de uma região podem atrair um tipo de turista. Os Caminhos de Santiago motivam peregrinações por todo o mundo e a criação de vários caminhos, que por sua vez dão origem a várias plataformas, como por exemplo, o Caminho de Torres.
  • Touring Cultural: roteiros turísticos culturais, por monumentos, como por exemplo, a Rota do Românico.
  • Turismo de Saúde: criação de pacotes turísticos que contemplam experiências pelos locais de visitação, os hotéis e restaurantes em conjunto com unidades de saúde que oferecem tratamentos médicos de qualidade para turistas usufruirem durante a sua estadia. O Medical Tourism in Portugal é um exemplo de portal agregador de prestadores médicos e turísticos nacionais, conseguindo atrair turistas estrangeiros que procuram um serviço especializado de qualidade, a preços acessíveis.
  • Turismo Naútico: ligado a atividades náuticas ou com oferta turística ligada ao mar é um bom pretexto para lançar uma plataforma dedicada a este tipo de experiência turística.
  • Golfe: associado ao turismo de luxo, uma plataforma dedicada ao golfe deve ser pensada em conjunto com outras experiências turísticas para este tipo de público.

São tantas as possibilidades dentro da oferta turística de uma região ou município, podendo segmentar por atividades, eventos, como acontece com as plataformas dedicadas à agenda cultural. Integrar com um sistema de registo de agentes turísticos regionais, uma associação de museus, ou núcleo de visitação de aldeias, lendas, cultura, tradições….são várias as possibilidades para a criação de uma plataforma temática. As plataformas também podem ser temáticas relativamente ao tipo de experiência sobre o território que potenciam ao utilizador: visitas virtuais, visitas 3D, realidade aumentada, integração da oferta turística num Sistema de Informação Geográfica

Temos uma vasta experiência em plataformas de turismo e ajudamos a explorar os vários segmentos de interesse turístico de cada região, para tornar visível os vários desdobramentos da oferta e criar experiências digitais para diferentes públicos. Para saber mais sobre as nossas Soluções de Turismo, entre em contacto connosco ou veja aceda ao nosso portfolio.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *