Turismo inclusivo: Portugal mais acessível a pessoas com necessidades especiais

Esta semana celebramos o Dia Mundial do Turismo que está englobado num conjunto de iniciativas que, entre 27 de setembro e 1 de outubro constituem a Semana do Turismo. Este ano a Organização Mundial do Turismo (OMT) associou ao Dia Mundial do Turismo um tema de grande importância cuja tomada de consciência tende a ser cada vez maior:  Turismo para um crescimento inclusivo.

O turismo inclusivo ou acessível é um movimento que pretende tornar mais fácil para todas as pessoas, independentemente das suas condições físicas, mentais ou sociais, desfrutarem de experiências turísticas. Trata-se de um conjunto de serviços destinados a todo o tipo de pessoas com necessidades especiais incluindo pessoas com deficiência, idosos, grávidas, pais com filhos em carrinhos de bebé ou até mesmo pessoas com lesões temporárias. Todas estas pessoas precisam de condições especiais durante as suas férias quer a nível de deslocações e acomodações, quer nas formas de comunicação. Assim, o turismo inclusivo é a tentativa contínua de garantir que destinos, produtos e serviços turísticos em todo o mundo sejam acessíveis a todas as pessoas. 

Com a tomada de consciência sobre o tema, o Turismo de Portugal lança o programa “All for All – Portuguese Tourism” que pretende sensibilizar a indústria do turismo para transformar Portugal num destino turístico para todos. Portugal já é um país conhecido por “receber bem”, portanto o turismo inclusivo vem reforçar esta atitude tão característica. 

A acessibilidade no turismo é um direito social que diz respeito a todos os cidadãos. Muitas pessoas têm limitações que as impedem de desfrutar dos serviços turísticos, mas se olharmos para esta área de uma forma mais holística vemos que é possível não só expandir o mercado do turismo mas também democratizá-lo, tornando-o verdadeiramente inclusivo. Estão a ser implementadas boas práticas um pouco por todas as áreas afetas ao turismo, desde a adaptação das comodidades dos alojamentos e restauração, boas práticas de acessibilidade a museus e monumentos, na animação turística e mesmo na comunicação. Websites, apps e outras plataformas de turismo devem respeitar normas de acessibilidade e permitir a todos o acesso a experiências turísticas. Torna-se cada vez mais emergente pensar nas Soluções de Turismo como uma forma de potenciar e enriquecer a experiência do Turista.

Para saber sobre as nossas soluções de Turismo entre em contacto connosco ou consulte o nosso portefólio.  

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *