Os gémeos digitais e a sua importância para os SIG

Uma das maiores necessidades coletivas que a nossa sociedade apresenta, neste momento, é a capacidade de prever e prevenir futuros eventos. Sejam eles físicos, climatéricos ou mesmo sociais. Antes de comprarmos um carro exigimos que este tenha sido rigorosamente testado. Quando consumimos um produto ou implementamos um plano social precisamos de garantias de que estes irão servir o seu devido propósito. Mas todos os testes necessários para as nossas garantias de segurança são dispendiosos, demorados e limitados.

O avanço das tecnologias digitais e da computação permitiu acelerar exponencialmente os processos de testagem que tanto necessitamos. Uma das grandes ferramentas que ajudam nesta área são os Gémeos Digitais. Mas o que é que isto significa efetivamente? Um Gémeo Digital ou Digital Twin trata-se simplesmente de uma representação virtual de um determinado objeto físico, de um processo ou de um serviço. Esta reprodução digital serve essencialmente para a produção de testes e de simulações de um produto físico num contexto digital, de forma a prever o desempenho e o comportamento dentro de determinados parâmetros definidos por quem os pretende testar.

Voltando ao exemplo de um carro, se fizermos uma reprodução digital do mesmo que simule as características físicas dos seus materiais e componentes, podemos conduzir um número incontável de testes de embates e acidentes, num período bastante reduzido de tempo, que nos irão indicar os pontos fracos de um novo modelo. Assim, quando se passar para uma fase de testes físicos o fabricante já terá em mãos muito mais informação que de outra forma seria impossível.

Uma área que também beneficia imenso desta abordagem digital são os Sistemas de Informação Geográfica. Na verdade, um mapa digital associado a uma base de dados não é mais que um Gémeo Digital do território que está a ser representado. Estes mapas são muito úteis para previsão de catástrofes como inundações ou incêndios, para planeamento e gestão de trânsito, na gestão e previsão do uso e ocupação do solo e para planeamento urbano no geral.

Na InfoPortugal acreditamos que que as tecnologias digitais podem ajudar a prever e prevenir futuros eventos e que isto é essencial para a segurança e bem-estar de todos.

Mapping the Future

Imagem criada por pikisuperstar – br.freepik.com

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *