gps indoor by infoportugal

EyeVision: técnicas inovadoras de georreferenciação de informação a partir de imagens

O projecto EyeVision, realizado na InfoPortugal em colaboração com Universidade do Minho, em 2015, teve como objetivo desenvolver técnicas inovadoras de georreferenciação de informação a partir de imagens, fotografia e vídeo, utilizando técnicas de visão por computador, tentando colmatar uma lacuna dos sistemas de recolha de informação georreferenciada: a dificuldade de georreferenciar informação dentro de edifícios ou outros locais onde não há sinal de GPS. Este projeto, demonstra a vontade da InfoPortugal, na constante busca de inovação em novas áreas, e permitiu adquirir um conhecimento tecnológico bastante interessante. O sucesso deste modelo de I&D, materializa-se na investigação e no desenvolvimento de tecnologia, que poderá ser incorporada em produtos ou serviços que permitam preparar novas etapas de desenvolvimento da empresa.

O EyeVision iniciou-se com ambições a 2 níveis: (1) Colmatar a falta de informação dentro de edifícios; (2) Desenvolver um produto capaz de transformar imagens (fotografia e vídeo) em informação sobre espaços interiores.

Com a informação obtida neste segundo objetivo, foi possível: definir métodos de obtenção de cartografia para os espaços interior, assim como modelos 3D para a sua visualização; desenvolver uma base dados que permite georreferenciar uma outra imagem qualquer, comparando-a com as já existentes; e por fim, redefinir potenciais formas e tecnologias de levantamento de entidades geográficas onde não chega o sinal de GPS.

O projecto, pretendeu assim, criar um sistema de localização completamente diferente, rompendo com a tradição de localização por triangulação, e sem necessidade de cálculos de distâncias a pontos referênciais. Ou seja, investigar e conhecer com toda a profundidade, uma outra forma de georreferenciação: a georreferenciação por imagem.

Tecnicamente, o projecto recorreu a técnicas específicas de processamento de imagens, dentro do domínio da disciplina de visão por computador. Estas, foram trabalhadas até se conseguir alguns dos objectivos traçados.

Neste contexto, foram identificadas algumas áreas, onde a aplicação destes conhecimentos podem ganhar interesse e relevância:

– O mapeamento e modelação 3D de espaços públicos interiores, atendendo ao número de pessoas que circulam nesses espaços, permitindo desenvolvimento de todo um conceito de publicidade orientada, altamente apreciada pelos detentores de espaços comerciais.

– A identificação automática de objectos em imagens georreferenciadas, como por exemplo a sinalização de trânsito, pode permitir inferir e actualizar de forma rápida e eficaz as regras de trânsito de uma cidade;

– O potencial aumento de eficiência e diminuição de custos no cadastro de mobiliário urbano e ocupação de via pública, pode ser muito vantajoso para as entidades responsáveis pela gestão e ordenamento do território, possibilitando um maior controlo sobre as ocupações sujeitas a taxas.

Como se pode verificar, muitos mais exemplos de aplicação se poderiam indicar, pelo que, o potencial de utilização desta informação é enorme, no sentido em que muitos dos pontos de interesse turístico ou de apoio ao cidadão se encontram em espaços fechados e por vezes de grandes dimensões, com verdadeiras redes de vias de ligação internas cuja utilidade da existência de sistemas de apoio à orientação/navegação são em tudo semelhantes às que existem nos sistemas de navegação comuns, pelo que esta tecnologia ainda hoje se torna relevante.

Para saber mais sobre as potencialidades do EyeVision para navegação indoor entre em contacto connosco ou saiba mais sobre as nossas Soluções de Cartografia.

António José Silva
Especialista SIG

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *