5 tipos de mapas

Um mapa pode ser definido simplesmente como uma imagem ou um conjunto de imagens representativas da superfície da Terra. Por norma os mapas servem para representar as características físicas de uma determinada área geográfica tais como o relevo, fronteiras, corpos d’água, localizações de cidades e assim por diante. Mas existem diversos tipos de mapas, cada um com as suas próprias funções e características. Aqui ficam cinco exemplos de mapas distintos.

Mapas Topográficos

Os mapa topográficos representam as diferentes características físicas da paisagem. Este tipo de mapa usa curvas de nível para representar elevações da área que retratam. As curvas de nível dos mapas topográficos são normalmente espaçadas em intervalos regulares para mostrar mudanças de elevação. O espaçamento destas curvas é sempre regular e varia consoante a escala do mapa. Além das curvas de nível, os mapas topográficos também têm pontos cotados que marcam uma altitude que se pode ler na carta.

Mapas Rodoviários

 

Os mapas rodoviários são dos mapa mais usados atualmente. Mostram rodovias e estradas principais e secundárias (dependendo do grau de detalhe), bem como outros elementos tais como aeroportos, centros de cidade, parques, e monumentos. As principais vias num mapa rodoviário geralmente são apresentadas sobre a forma de linhas mais grossas, enquanto as estradas secundárias são mais claras e desenhadas com linhas mais estreitas.

Estes mapas também podem mostrar estradas municipais, artérias principais da cidade e mesmo caminhos rurais. Sendo estes representados normalmente por tons ainda mais claros.

Mapas temáticos

Atributos

Este tipo de mapas por norma focam-se num tema específico ou num tópico especial. São diferentes dos mapas mais convencionais porque não mostram apenas as características físicas como rios, cidades, elevações e rodovias. Os mapas temáticos focam-se principalmente em dados mesuráveis como percentagem, valores em bruto ou estatísticas. Estes mapas aliam o pragmatismo da infografia à cartografia para comunicar informação que precisa de ser distribuída geograficamente.

Ortofotomapas

Estes mapas são construídos a partir de fotografia aérea ortorrectificada. Isto quer dizer que são mapas fotográficos e corrigidos das distorções causadas pela inclinação da câmara ou pelo relevo. Assim, a reconstrução da fotografia aérea permite criar uma imagem plana e contínua do território fotografado, possibilitando a criação de mapas com imagens reais.

Os Ortofotomapas permitem diversas utilizações, desde a extração de informação geográfica, fazer medições rigorosas uma vez que nã apresentam distorções, e até mesmo apoio no planeamento de território.

Mapas ilustrados

Este tipo de mapas está bastante associado à promoção turística. Tratam-se de mapas mais estilizados mas que dão ênfase a determinados pontos de interesse através de uma ilustração mais detalhada de determinados pontos de interesse. Estes mapas, embora sirvam para assistir na orientação, focam-se principalmente na promoção e divulgação regional. Nos mapas ilustrados podemos ver muitas vezes representações de outros elementos locais, para além dos pontos de interesse, tais como a fauna e flora locais. Estes mapas pretendem ser descontraídos, esteticamente apelativos e de uma fácil leitura.

Diferentes tipos de mapas podem ser usados para diferentes finalidades. Cada um apresenta as suas próprias limitações e vantagens. Na InfoPortugal dispomos de meios próprios que vão da cartografia ao design para a criação de raiz de diversos tipos de mapas. Saiba mais sobre os nossos projetos no nosso portefólio ou entre em contacto connosco .

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *