Programa de Transformação da Paisagem (PTP)

Portugal detém uma mancha florestal de uma escala considerável.  Estas áreas, muitas vezes de difícil acesso físico, requerem um cuidado próprio e constante. Diversos riscos, como o risco de incêndio florestal, exigem uma intervenção significativa na floresta. Para uma maior eficácia na gestão florestal é fundamental um conhecimento adequado e actualizado da área em questão. A caracterização destas áreas quanto à ocupação do solo, rede viária, superfícies com água e postos de vigia é de extremamente importância. 

Para facilitar na promoção e na transformação deste território, de uma forma resiliente e sustentável surgiu o Programa de Transformação da Paisagem (PTP). 

O PTP pretende encarar os territórios da floresta como padrão de uma nova economia para os territórios rurais de baixa densidade, valorizar o capital natural e a aptidão dos solos, promover a resiliência do território, incentivar os produtores a melhorar a gestão das suas explorações e desenhar a paisagem desejável para dar resposta aos desafios das alterações climáticas.

“Os modelos de gestão, as tipologias das operações e a dotação orçamental para os apoios aos investimentos e à manutenção e prestação dos serviços dos ecossistemas são fixadas por portaria dos membros do Governo responsáveis pelas áreas do ambiente e da agricultura.

A Direção Geral do Território (DGT), o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF, I.P) e a Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais (AGIF, I.P) são as entidades envolvidas no planeamento e acompanhamento das medidas programáticas”.

Um dos grandes auxílios dos agentes responsáveis por este programa são os Sistemas de Informação Geográfica (SIG). Estas ferramentas informáticas permitem armazenar, manipular, analisar e visualizar dados de natureza espacial, podendo desempenhar um papel importante no planeamento e ordenamento da floresta. Os sistemas de informação geográfica possibilitam a manipulação, análise e visualização dos dados relacionados com estas áreas, apresentam-se como um recurso informático de extrema importância no planeamento e gestão do território florestal em Portugal.

InfoPortugal está atenta às necessidades dos novos mercados cada vez mais tecnológicos e digitais. Estamos em constante evolução para nos mantermos na vanguarda da área dos sistemas de informação geográfica e preparados para dar resposta à demanda cada vez maior destes serviços.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *