16-anos-olhares-by-infoportugal

Em mês de aniversário o Olhares tem novidades

O mês de maio é mês de celebrar mais um ano na maior Comunidade de Fotografia Online Olhares, uma marca gerida pela InfoPortugal desde 2015.
Com o objetivo de “estimular a paixão pela fotografia, partilha de fotografias e troca de experiências.” a comunidade surgiu a 6 de maio de 2003 pelas mãos de Rui Marques.

Workshops Gratuitos Fnac | Academia Olhares

Desde 2014, a Academia Olhares é uma presença assídua na Fnac com workshops gratuitos em vários temas da Fotografia. Falamos de Fotografia de Rua, de Fotografia Noturna, de Arquitetura, Natureza, Retrato, entre tantas outras especificidades da Fotografia.

2019 não será exceção! De fevereiro a novembro, com pausa em agosto, estaremos na última quinta-feira do mês numa Fnac do Porto.

Confira aqui os temas, datas e local e marca na sua agenda.

A entrada é livre.

Olhares: Sorria, está a ser fotografado

Tudo mudou nestes 15 anos de Olhares, desde as câmaras aos meios e formatos de divulgação, e até a nossa relação com as fotografias. Será difícil imaginar um mundo menos imediato do que aquele em que vivemos, sobretudo para os mais novos.

Olhares em números

Olhares.com surgiu em maio de 2003, com o objetivo de “estimular a paixão pela fotografia, partilha de fotografias e troca de experiências.” E é com este objetivo bem definido que a 6 de maio de 2003 é partilhado o primeiro Olhar, Pescador da Ria, uma fotografia de Paulo Pires.

A comunidade desde cedo se tornou um lugar de partilha de conhecimentos e encontro de várias visões sobre o mundo através da objetiva. Com o passar dos anos tornou-se a maior comunidade em língua portuguesa dedicada, exclusivamente, à arte fotográfica.

No ano em que completou uma década, a comunidade Olhares é detida a 100% pelo Grupo Impresa e gerida integralmente pela InfoPortugal.

O Mundo da Fotografia visto por uma “não fotógrafa”

A Academia Olhares é o projeto formativo do site Olhares, uma marca gerida pela InfoPortugal.

O desafio de coordenar formação só na área da Fotografia e cursos ministrados pelo país era grande, mas foi aceite sem hesitar. Mestre em Psicologia da Saúde, entrei no mundo da Fotografia mesmo não sendo fotógrafa e abracei o projeto, que me abriu novas perspetivas.