Ortofotomapas de Barragens de Portugal

Os ortofotomapas são um produto de excelência da InfoPortugal, porque se prestam às mais variadas utilizações na Cartografia nacional e estudos no âmbito da gestão e ordenamento do território, para além da sua enorme qualidade de resolução e informação georreferenciada. Partilhamos algumas vistas aéreas e pormenores provenientes de ortofotomapas que produzimos especificamente sobre algumas barragens do país. Estes propiciam uma visualização única da totalidade da barragem e de algumas vistas de pormenor que se tornam muito atrativas:

Barragem do Alto Rabagão

A barragem do Alto Rabagão, também conhecida por Barragem dos Pisões, localiza-se no município de Montalegre, no distrito de Vila Real e é alimentada pelo rio Rabagão. 

Foi concluída em 1964, apresentando 94m de altura e 1897m de comprimento de coroamento, com uma capacidade de descarga máxima de 500m3/s. Trata-se da segunda maior Barragem de Portugal, logo a seguir à Barragem do Alqueva, sendo muito procurada pelos pescadores.

O barbo, a boga e o escalo (também conhecido por robalinho) são as espécies piscícolas mais comuns. É ainda autorizada a prática de outras actividades desportivas e de lazer, como o surf, barcos a motor, etc.


Os ortofotomapas mostram o nível da água extremamente baixo, que se verificou antes das chuvas intensas registadas nos últimos meses de 2022. Estes são um exemplo de um tipo de estudo que pode ser feito comparando o nível das águas com outros períodos, ao longo dos anos.

Barragem do Cabril

A Barragem do Cabril situa-se no Rio Zêzere e une o concelho de Pedrógão Grande (distrito de Leiria) à freguesia de Pedrógão Pequeno (concelho da Sertã, distrito de Castelo Branco). 

É das maiores barragens portuguesas e constitui também uma das maiores reservas de água doce do país. A obra que entrou em funcionamento em 1954, tem uma capacidade de descarga máxima de 2200m3/s e conta com uma altura de 132m e um comprimento de coroamento de 297m.

Barragem de Castelo de Bode

Esta barragem no Rio Zêzere, perto da confluência deste com o Nabão, foi concluída em 1951 no âmbito da política nacional de aproveitamento dos recursos hidroelétricos. 

A albufeira, com uma extensão de cerca de 60 km, apresenta condições invejáveis para a prática desportiva e o contacto com a natureza. É uma importante reserva estratégica de água, abastecendo diariamente cerca de três milhões de pessoas, a esmagadora maioria da Grande Lisboa. Na zona existem diversos centros náuticos (onde pode praticar vela, esqui aquático, canoagem, passear de moto de água, etc.), praias e piscinas fluviais, restaurantes e outros pontos de interesse.

Estas imagens são alguns exemplos que testemunham a beleza da paisagem nacional, que ganham um outro encanto quando vistas de cima, em perspetivas ortoretificadas.

Para saber mais sobre os nossos serviços de Cartografia, entre em contacto connosco ou consulte o nosso portefólio.

2 comentários
    • InfoPortugal
      InfoPortugal says:

      Boa tarde,

      Agradecemos o seu comentário. De facto, os ortofotomapas são um produto bastante versátil, que permite realizar uma série de estudos essenciais para a gestão do território. O tema da avaliação dos riscos é de extrema importância, sobretudo para prevenção de desastres.

      Responder

Deixe um Comentário

Quer participar da discussão?
Sinta-se à vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.