Olhares em números

Olhares.com surgiu em maio de 2003, com o objetivo de “estimular a paixão pela fotografia, partilha de fotografias e troca de experiências.” E é com este objetivo bem definido que a 6 de maio de 2003 é partilhado o primeiro Olhar, Pescador da Ria, uma fotografia de Paulo Pires.

A comunidade desde cedo se tornou um lugar de partilha de conhecimentos e encontro de várias visões sobre o mundo através da objetiva. Com o passar dos anos tornou-se a maior comunidade em língua portuguesa dedicada, exclusivamente, à arte fotográfica.

No ano em que completou uma década, a comunidade Olhares é detida a 100% pelo Grupo Impresa e gerida integralmente pela InfoPortugal.

Mapas em fotografia

Quando se fala em fotografia, associamos a captura de momentos, memórias e histórias para contar. No dia-a-dia da fotogrametria a fotografia apresenta-se com uma perspetiva diferente do habitual. Vistas do céu, a bordo de um avião a mais de 12000 mil pés de altitude, percebemos as formas dos telhados, o tamanho dos jardins, a extensão das praias ou a dimensão dos monumentos. Reconhecemos sítios que já visitámos, de um ponto de vista diferente.

Design shots: Imagética e bancos de imagens

O uso de imagens de stock em design tem vindo a mudar, cada vez mais é importante uma imagem convincente e realista, que transmita autenticidade e um determinado ambiente ou mood.

O Mundo da Fotografia visto por uma “não fotógrafa”

A Academia Olhares é o projeto formativo do site Olhares, uma marca gerida pela InfoPortugal.

O desafio de coordenar formação só na área da Fotografia e cursos ministrados pelo país era grande, mas foi aceite sem hesitar. Mestre em Psicologia da Saúde, entrei no mundo da Fotografia mesmo não sendo fotógrafa e abracei o projeto, que me abriu novas perspetivas.