Design Shots: Os 7 contrastes de cor

A cor é um elemento fundamental em qualquer disciplina visual, seja nas artes visuais, fotografia ou design. A cor tem uma forte carga simbólica, podendo ser associada a determinadas áreas ou estados emocionais. Pensar na relação entre cores tendo em conta o seu contraste irá permitir criar ambientes e definir paletas cromáticas como forma de expressão, comunicando de forma mais eficaz. Existem várias abordagens para se relacionar cores recorrendo ao círculo cromático:

Aqui iremos debruçar-nos sobre a teoria dos 7 contrastes de cor de Johannes Itten:

1. Contraste claro-escuro:
Quando se opõe cores claras com cores escuras. O contraste mais nítido de claro-escuro é quando se usa branco em conjunto com o preto.

2. Contraste de matiz:
Contraste de cores puras do círculo cromático, vivas e saturadas. Quanto mais vivas as cores forem mais forte será o seu contraste. Criar contraste entre as cores primárias é a forma de criar o contraste de matiz mais forte.

3. Contraste quente-frio:
Contraste visual de temperatura de cor, em que se opõe cores quentes com cores frias.

4. Contraste de cores complementares:
Coloca em relação cores opostas no círculo cromático.

5. Contraste simultâneo:
É aferido na perceção, quando se coloca uma cor saturada e pura sobre um cinza neutro, de forma a que o olho humano irá buscar a cor complementar.

6. Contraste de qualidade/ saturação:
Ocorre quando se colocam cores saturadas e puras com cores desaturadas, criando um jogo de intensidade de cor, que vai evidenciar a cor saturada.

7. Contrastes de quantidade:
Este contraste é relativo à área que as cores ocupam na composição, de forma a que haja uma cor predominante sobre outra.

Os contrastes ajudam para criar relações hamoniosas de cor, com intencionalidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *